Doença de Cushing

O nome da Doença vem do médico Harvey William Cushing, neurocirurgião norte-americano, que estudou medicina na Escola Médica de Harvard. Dr. Cushing desenvolveu muitas das técnicas cirúrgicas básicas para operar o cérebro estabelecendo, desse modo, a neurocirurgia como uma disciplina cirúrgica nova e autônoma. 

    Seu nome foi imortalizado na história de medicina, pela sua descoberta, em 1912, da Doença de Cushing, uma síndrome endocrinológica causada pelo mau funcionamento da glândula hipófise. 

    A glândula hipófise de todos nós produz ACTH, hormônio responsável pela liberal do cortil (corticóide produzido por nosso próprio organismo). Na chamada Doença de Cushing há uma produção exagerada de ACTH, geralmente proveniente de da produção de tumores localizados na hipófise. 

O diagnóstico da Doença de Cushing se baseia inicialmente na caracterização da Síndrome de Cushing, com os seguintes sintomas:

  • Obesidade abdominal / visceral
  • Estrias arroxeadas maiores que 1cm
  • Fraqueza muscular de braços e coxas
  • Dores musculares
  • Face “em lua cheia” (redonda)
  • Rosto avermelhado (pletora facial)
  • Equimoses (roxos na pele) espontâneas 
  • Irregularidade menstrual, parada da menstruação (amenorréia), perda de libido
  • Aumento dos pêlos corporais (hirsutismo)
  • Queda de cabelo (alopécia)
  • Predisposição a Diabetes, Hipertensão, Osteoporose, Colesterol alto (dislipidemia)

Há também o chamado pseudo-Cushing que pode ser causado por situações como:

  • Estresse físico, tal como por uma infecção bacteriana grave
  • Obesidade grave, especialmente aqueles com obesidade visceral ou síndrome dos ovários policísticos
  • Desnutrição, anorexia nervosa ou com exercício crônico intenso
  • Estresse psicológico, especialmente pacientes com transtorno depressivo grave e sintomas melancólicos
  • Alcoolismo crônico

    Na Síndrome de Pseudo-Cushing ocorre hiperprodução de cortisol pela hipófise mas como uma resposta fisiológica a um estado de estresse. Não há tumor produzindo o cortisol.

    O diagnóstico não é simples; são necessário diversos testes, que deverão ser solicitados por seu endocrinologista, para que o diagnóstico seja feito.

    Caso a doença de Cushing seja diagnosticada o tratamento é principalmente neurocirúrgico com a ressecção do tumor.