fbpx Doenças | Endocrino.pro

Doenças

Androgênicos na mulher

    Atualmente, há uma "moda" de dosar testosterona em mulheres. Alguns profissionais de saúde, inclusive, têm com muita frequência "diagnosticado" mulheres como tendo deficiência de testosterona, e indicando tratamentos de "reposição" desse hormônio. Em mulheres, 50% dos androgênios são produzidos pelos ovários e 50% pela glândulas adrenais, localizadas bilateralmente acima dos rins. Sabe-se que, de fato, o os níveis de androgênios nas mulheres diminuem com a idade devido à falência ovariana.

Vitamina D

A vitamina D é fundamental para o equilíbrio do cálcio e do fósforo no organismo e para a saúde do esqueleto. A deficiência dessa vitamina prejudica a mineralização óssea em todas as fases da vida, prejudicando o crescimento em crianças e podendo causar osteoporose e outras doenças em adultos.

Acromegalia e Gigantismo

    A Acromegalia é uma doença causada pelo o excesso de GH (hormônio do crescimento) e de IGF-1 (fator de crescimento semelhante a insulina) produzido pela glândula hipófise. Esse excesso é causado na maioria das vezes por tumores na hipófise que secretam muito GH.

Baixa estatura e uso de GH

     Desde a vida intra uterina o crescimento se inicia, e ocorre em diferentes velocidades nos diversos estágios da vida. Na infância a média de crescimento é de 4 a 6 cm ao ano. Essa velocidade volta a se acelerar na puberdade podendo atingir de 8 a 12 cm ao ano durante o chamado “estirão puberal”. Nas meninas o estirão puberal ocorre mais precoce, e é o primeiro sinal de puberdade. Já nos meninos demora mais a acontecer, iniciando em estágios mais tardios da puberdade.

Páginas