Acromegalia e Gigantismo

A Acromegalia é uma doença causada pelo o excesso de GH (hormônio do crescimento) e de IGF1 (fator de crescimento semelhante a insulina) produzido pela glândula hipófise. Esse excesso é na maioria das vezes por tumores da hipófise que secretam muito GH. Ocorrem em homens e mulheres na mesma proporção. 

O GH tem várias funções em nosso organismo sendo a principal a de estimular o IGF-I e este por sua vez provoca o crescimento dos tecidos, aumento da produção de glicose pelo fígado levando a hiperglicemia (daí a predisposição ao diabetes), aumenta a quebra de gordura nos tecidos (lipólise).

Quando o excesso de hormônio ocorre na idade adulta a doença chama-se Acromegalia e caracteriza-se por:

  • Alteração da fisionomia por crescimento de extremidades ósseas e partes moles (mãos e pés, língua (macroglossia), alargamento do nariz e lábios, proeminência frontal da face, mandíbula (protognatia), alargamento do maxilar com separação dos dentes e má oclusão dentária...)
  • Aumento no tamanho dos dedos das mãos (os anéis ficam apertados)
  • Aumento do tamanho dos pés (os sapatos ficam pequenos)
  • Dor nas grandes articulações podendo ocorrer artrose
  • Pele espessada e oleosa 
  • Pequenos “pólipos” pedunculados na pele
  • Aumento do suor (hiperhidrose)
  • Aumento dos pelos corporais (hipertricose)
  • Alterações cardíacas (hipertensão, insuficiência cardíaca) 
  • Apnéia do sono 
  • Diabetes, alterações no colesterol
  • Podem haver sintomas relacionados ao Sistema Nervoso Central já que a principal causa de acromegalia é tumor hipofisário como diminuição da visão lateral e dor de cabeça

 

O diagnóstico geralmente demora a ser feito pois os sintomas aparecem lentamente. Geralmente quando o diagnóstico é feito o paciente já tem aproximadamente 10 anos de doença. Para o diagnóstico são necessário alguns testes endocrinológicos. O valor do GH aleatório (dosado em qualquer momento do dia) não pode ser usado isoladamente para o diagnóstico. Grávidas, mulheres em uso de anticoncepcionais orais e adolescentes podem ter valores muito elevados de GH se ter doença alguma.

O tratamento geralmente é neurocirúrgico, com a remoção do tumor hipofisário, já que na grande maioria das vezes há um tumor hipofisário secretando GH em excesso. 

 

A doença chamada gigantismo ocorre quando o excesso de GH ocorre em crianças e adolescentes. Como nessa fase as cartilagens dos ossos ainda permitem o crescimento (cartilagens de crescimento ainda não “fechadas”) a criança ganha muita estatura, atingindo em alguns casos valores de até 2,30m ou mais. O gigantismo pode estar associado a Síndromes genéticas mais comumente que a acromegalia. 

 

 

Curiosidades:

Maurice Tillet foi um profissional de Luta Livre,que nasceu em 1903 na França. Sua inteligência sempre foi muito elogiada, e diz-se que falava 14 idiomas e era difícil achar que o ganhasse no xadrez. Aos 20 anos de idade desenvolveu Acromegalia. Como consequência da doença mudanças em seu corpo foram ocorrendo e o transformando em uma pessoa "deformada". Sua face ficou com aspecto terrível, tendo Maurice sendo referido muitas vezes como semelhante a um 'monstro'. Mas isso não o abateu, lutou até quando pode, e foi chamado de 'O Assustador ogro do ringue'. Morreu aos 51 anos por “problema no coração” (comum em paciente com acromegalia).

Suas semelhanças físicas com o personagem Shrek são enormes, apesar de não haver nenhuma confirmação dos criadores do personagem dessa intenção.